Ir direto ao conteúdo

Página Legal

O cotidiano jurídico com muito bom humor

Por Paulo Gustavo Sampaio Andrade, advogado.

Impressões digitais

03/02/2008 às 18h01min Paulo Gustavooficiais de justiça

Na década de 60, passou pelo fórum da Comarca de Luzilândia (PI) um oficial de justiça ad hoc, de nome Manoel Pitombeira, que era tirar qualquer um do sério.

Certa vez, o escrivão lhe entregou um mandado de citação, juntamente com uma almofada de carimbo.

Explicou-lhe que, caso a mulher a ser citada não soubesse assinar o nome, ele deveria colher a sua impressão digital.

Passadas algumas horas, o escrivão recebe a notícia de que o oficial Manoel Pitombeira teria convocado força policial para efetuar a diligência.

Intrigado com o fato, resolveu comparecer ao local.

Lá chegando, deparou-se com o Oficial de Justiça querendo obrigar a mulher a tirar a roupa.

Perguntado sobre aquilo, Manoel Pitombeira sapecou:

– Doutor, ela não quer deixar que eu tire suas impressões genitais.

(Fonte: Miguel Dias Pinheiro)

Este artigo já recebeu 2 Comentários

  1. Sempre os mesmos causos de oficial. Sei que advogados, juízes e outros adoram causos de oficial,provavelmente porque nunca precisaram tirar o rabo do escritório refrigerado prá ficar rodando nos becos da cidade, ouvindo encheção de saco, sendo vigiado de perto pelos vagabundos e “olheiros” de cada lugar. Pena que nunca tem os causos do oficial esfaqueado, assaltado, esculachado/ameaçado/mantido em carcere privado pelo executado, perdido no meio da favela ou onde o diabo perdeu as botas. São uns casos interessantes também, mas prá vocês o oficial é sempre o pitoresco, o bobalhão que escreve: penhorei o crucifixo marca InriCristo, ou a “mesa de comer velha”, ou intimei o falecido.

  2. Mariana, compreendo seu protesto, mas esta página não fala somente da valorosa classe dos oficiais de Justiça. Veja na coluna da esquerda também causos de advogados, delegados, estudantes, juízes, promotores, peritos… Em toda categoria há os profissionais competentes e aqueles nem tanto. :)

Escreva seu comentário

(não será publicado)

(opcional)