Ir direto ao conteúdo

Página Legal

O cotidiano jurídico com muito bom humor

Por Paulo Gustavo Sampaio Andrade, advogado.

Uma porcaria de lei

03/02/2008 às 17h45min Paulo Gustavoleis esquisitas

Deu no jornal O Fluminense, de Niterói (RJ), em julho de 1967.

O Prefeito de Bom Jesus (RJ), Jorge Assis de Oliveira, convocou extraordinariamente a Câmara Municipal, para tratar de assunto de máxima urgência.

Motivo: a aquisição, pelo Município, de três porcos reprodutores cujo pedigree foi profundamente elogiado na mensagem do Executivo.

Segundo o cronista Stanislaw Ponte Preta, o prefeito justificou que, como muitos fazendeiros não tinham dinheiro pra comprar seus próprios reprodutores, “há muita porquinha solteira em Bom Jesus”.

(Fonte: 2º Febeapá, de Stanislaw Ponte Preta)

Escreva seu comentário

(não será publicado)

(opcional)