Ir direto ao conteúdo

Página Legal

O cotidiano jurídico com muito bom humor

Por Paulo Gustavo Sampaio Andrade, advogado.

Citação de ofício

05/02/2008 às 14h21min Paulo Gustavojuridiquês

No finalzinho da petição inicial, o advogado do autor esqueceu de requerer a citação do réu, pedido indispensável para que o processo tenha andamento.

Burocraticamente, o juiz despachou, usando velho chavão jurídico:

“Promova o autor a citação do réu.”

Sem entender a linguagem utilizada pelo juiz, o causídico decidiu acabar com o problema e atravessou a seguinte petição:

“Atendendo ao respeitável despacho, enderecei carta ao réu promovendo a sua citação.”

Obviamente, o juiz pretendia apenas que o advogado emendasse a petição, fazendo tal requerimento, para que a secretaria pudesse atendê-lo.

(Fonte: O que não deve ser dito, Novély Villanova da Silva Reis)

Escreva seu comentário

(não será publicado)

(opcional)