Ir direto ao conteúdo

Página Legal

O cotidiano jurídico com muito bom humor

Por Paulo Gustavo Sampaio Andrade, advogado.

Os prazos processuais

07/02/2008 às 19h33min Paulo Gustavoestudantes

Conta-se que, num exame oral, um bacharel em Direito foi interrogado acerca dos prazos do Código de Processo Civil:

– Qual o prazo para a contestação?

Não tendo estudado a matéria, respondeu:

– Vinte e quatro horas.

E assim prosseguiram as perguntas e as respostas…

– Qual o prazo para o mandado de segurança?

– Vinte e quatro horas.

– Qual o prazo para ingressar com uma ação rescisória?

– Vinte e quatro horas.

Irritado, o examinador parou:

– Você está reprovado! Como pode um bacharel não saber um prazo processual?

O bacharel, calmamente, respondeu:

– Eu posso não saber nenhum prazo, mas em compensação não perco nenhum!

Este artigo já recebeu 2 Comentários

  1. Em compensação o Judiciário sabe todos, mas não cumpre nenhum!

  2. Perfeitamente. O JUDICIÁRIO E NEM O MP CUMPREM PRAZO.
    Aqui no Rio de Janeiro isto é uma vergonha.

Escreva seu comentário

(não será publicado)

(opcional)