Ir direto ao conteúdo

Página Legal

O cotidiano jurídico com muito bom humor

Por Paulo Gustavo Sampaio Andrade, advogado.

A boa reputação do réu

02/05/2008 às 7h35min Paulo Gustavotestemunhas

Corriam os anos de ferro quando um subtenente do Exército, às vésperas da reforma, era julgado no tribunal militar, acusado de furto de bens do quartel.

À primeira testemunha de defesa, é feita a pergunta inicial, sobre o conceito e a idoneidade do réu, ao que esta responde:

– Excelência, não sei informar nada quanto à vida particular do réu, porque não o conheço na intimidade, mas no quartel todos sabem que é conhecido como “muambeiro”.

O advogado, lívido, ainda conseguiu reverter o estrago e obter a absolvição do acusado.

(Adaptado de artigo do advogado Albarino de Mattos Guedes, publicado na coletânea “O Pitoresco na Advocacia”, coord. Fernandino Caldeira de Andrada, Curitiba, Associação Cultural Avelino A. Vieira, 1990)

Escreva seu comentário

(não será publicado)

(opcional)