Ir direto ao conteúdo

Página Legal

O cotidiano jurídico com muito bom humor

Por Paulo Gustavo Sampaio Andrade, advogado.

Criminosos também têm férias

30/06/2008 às 9h10min Paulo Gustavodelegacias

Uma investigação criminal que estava sendo realizada pela Polícia de Portugal por meio de escutas telefônicas teve que ser interrompida.

Razão: os investigados saíram de férias.

Bem que o delegado poderia ter solicitado a concessão de alguns dias de férias aos policiais, para que pudessem seguir no encalço dos meliantes…

(Baseado em post do blog Ordem no Tribunal!)

Escreva seu comentário

(não será publicado)

(opcional)