Ir direto ao conteúdo

Página Legal

O cotidiano jurídico com muito bom humor

Por Paulo Gustavo Sampaio Andrade, advogado.

Banho no lago

02/10/2008 às 21h55min Paulo Gustavopiadas

Uma jovem muito bonita caminhava por uma trilha no bosque quando encontrou um lago. Bastante cansada, resolveu beber água para se refrescar um pouco.

Mas o calor estava muito grande e a moça não resistiu à vontade de tomar um banho. Como não trouxera biquíni, conferiu se não havia alguém por perto e tirou toda a roupa antes de mergulhar.

Assim que caiu na água, apareceu um guarda que estava escondido atrás de uma árvore:

– Senhorita, vou ter que multá-la, porque é proibido nadar neste lago.

Completamente embaraçada, a mulher deu um grito assustado, cobriu-se como pôde, correu para a margem e recolheu suas peças de roupa. Depois de se esconder por trás de uma moita, é que recuperou a fala para reclamar com o guarda:

– Moço, você está maluco? Por que o senhor não me avisou antes de eu tirar a roupa?

– Bem… é que não existe nenhuma lei proibindo tirar a roupa na margem do lago.

Veja também: outra piadinha com uma mulher e um lago.

Escreva seu comentário

(não será publicado)

(opcional)